Top 16 motivos pelos quais você não está emagrecendo com a Low Carb - PARTE 2


9. Você não está se exercitando ou não está se exercitando direito

Você não deve se exercitar com o objetivo de queimar calorias, já que as calorias queimadas durante o exercício geralmente são insignificantes e são facilmente repostas com uma refeição. No entanto, o exercício é fundamental para a saúde física e mental. O exercício, a longo prazo, pode ajudá-lo a perder peso sim, pois melhora a saúde metabólica do seu corpo, aumentando a massa muscular e fazendo com que você se sinta muito bem. Mas é importante fazer o tipo de exercício correto. É pouco provável que correr na esteira gerará bons resultados; e fazer demais pode até ser prejudicial. Por outro lado, musculação, por exemplo, pode melhorar muito seus níveis hormonais e aumentar a massa muscular, o que o ajudará a perder peso a longo prazo, já que você estará trocando gordura por músculos. O treinamento intervalado de alta intensidade (do inglês HIIT - High Intensity Interval Training), por sua vez, é um excelente exercício cardiovascular que melhora seu metabolismo e aumenta seus níveis do hormônio do crescimento. Exercícios de baixa intensidade, como caminhar e nadar, são sempre uma ótima ideia, pois vai mantê-lo ativo e saudável, com a vantagem de ter baixo impacto no seu corpo. O corpo humano foi projetado para se manter em movimento! Portanto, lembre-se: os tipos certos de exercícios melhoram seus níveis hormonais, aumentam sua massa muscular e fazem você se sentir incrível! Então, que tal você caminhar hoje?


10. Você está consumindo muito adoçante

Apesar de alguns adoçantes (ou edulcorantes) não terem calorias, eles podem afetar nossos níveis de apetite. Vários estudos mostram que os adoçantes artificiais podem afetar o apetite e, em alguns casos, fazer com que as pessoas comam mais calorias do que necessitam. Além disso, estudos apontam que o consumo de adoçantes artificiais está associado ao aumento de peso a longo prazo. Isso depende de cada pessoa, claro, mas se você está utilizando muito adoçante e não está perdendo peso, então você pode tentar removê-los da sua alimentação.


11. Você está sempre comendo

Existe um mito nos círculos da saúde e no mundo fitness que todos devem comer muitas vezes e em pequenas porções ao longo do dia, o famoso “comer de 3 em 3 horas”. Isso foi estudado minuciosamente e nenhuma vantagem foi encontrada ao comer frequentemente e em menores quantidades. É natural que os humanos comam menos refeições por dia e, às vezes, passem longos períodos de tempo sem se alimentarem (lembre-se que antigamente, na época das cavernas, era assim. As pessoas se alimentavam apenas quando conseguiam algo para caçar, pescar ou se existisse algo para colher). Se você já está adaptado a uma alimentação de verdade, como a low carb, talvez seja hora de tentar fazer o chamado jejum intermitente (JI), por exemplo, comendo em uma janela de 8 horas por dia ou fazendo jejuns de 24 horas, 1 ou 2 vezes por semana. Portanto, comer menos refeições e fazer o JI, se for feito de forma natural, podem te ajudar a manter a perda de peso.


12. Você pode ter uma condição médica desconhecida

Existem certos medicamentos que podem estimular o ganho de peso. Se você olhar para a lista de efeitos colaterais dos medicamentos que está tomando e ver "ganho de peso" na lista, então faça uma consulta com o seu médico. Talvez haja outro medicamento disponível que não cause esse efeito. Se você está fazendo tudo certo e ainda não está obtendo resultados, então talvez você tenha algum problema médico desconhecido. Muitos distúrbios hormonais podem causar problemas na perda de peso, particularmente o hipotireoidismo. Nesse caso, faça uma consulta com o seu médico, explique que está tendo problemas para perder peso e que deseja descartar quaisquer problemas de saúde.


13. Você está se auto-sabotando frequentemente

Sabe aquela famosa frase na sexta-feira à tarde “vou jacar só um pouquinho no fim de semana”? Pois é... Já pensou que se você faz isso todas as semanas aos sábados e domingos, você está se auto-sabotando 8 dias por mês? Fazendo isso, você passa praticamente 2/3 do mês se auto-sabotando! Para o seu bem, pare com isso imediatamente! Não deixe que o esforço que você fez durante a semana inteira seja perdido em apenas um dia ou no fim de semana.

Para algumas pessoas, especialmente aquelas que são propensas a terem compulsão alimentar, fazer o “dia do lixo” provavelmente causará mais mal do que bem. Se você está fazendo isso muitas vezes, mesmo com “pequenas saídas” da low carb ou com dias inteiros comendo besteiras, então isso pode arruinar todo o seu progresso, e você não quer isso, não é mesmo? Ter mais de 1 ou 2 refeições do lixo por semana (ou um dia inteiro) é excessivo. Então, se você simplesmente não consegue se controlar com alimentos não saudáveis, a remoção deles provavelmente é uma boa ideia.


14. Você está comendo muitas calorias

Mesmo que na low carb nós, normalmente, não nos preocupemos em contar calorias, talvez seja interessante observar quantas calorias você está ingerindo por dia, caso você não esteja perdendo peso. Uma das principais razões pelas quais as dietas com baixo teor de carboidratos são tão eficazes é que elas reduzem o apetite e fazem com que as pessoas ingiram menos calorias sem se esforçar para isso, é um processo que acontece naturalmente. Se você não está perdendo peso, mas está fazendo tudo certinho, tente começar a contar as calorias por um tempo. Você pode baixar o aplicativo e acompanhar a sua ingestão calórica por uns dias. Diminuir em torno de 500 calorias por dia em relação ao que é recomendado diariamente para você pode ser suficiente para voltar a perder peso.


15. Você não tem expectativas realísticas

Como sabemos, a perda de peso leva tempo. Afinal, não engordamos todos os quilos extras em um dia ou uma semana, não é mesmo? Perder em torno de 500 g a 1 kg por semana é um objetivo realista. Porém, algumas pessoas perderão peso mais rapidamente do que isso, outras mais lentamente. Cada um tem seu tempo e cada organismo é diferente. Uma dica importante é a seguinte: não se compare com os outros. Se o fizer, você só se frustrará. Compare-se consigo mesmo, comemore suas pequenas vitórias! Assim, você emagrecerá de forma natural e saudável, e isso vai fazer muito bem tanto para o seu corpo quanto para a sua mente. É importante lembrar que o principal objetivo de uma alimentação low carb é ter uma vida mais saudável, e não ser um modelo fitness ou um modelo de magreza extrema.



16. Você está se restringindo há muito tempo

Não é uma boa ideia ficar em um déficit calórico por muito tempo. Pessoas como fisiculturistas e modelos fitness, por exemplo, nunca fazem isso. Eles fazem ciclos de “aumento” e “corte” de calorias e/ou de carboidratos. Se você come pouco e fica em um déficit calórico por muitos meses (ou anos), eventualmente, sua taxa metabólica pode diminuir. Para algumas pessoas, esse processo pode acontecer mais rapidamente, para outros mais lentamente. Se você tem feito uma dieta com um déficit calórico há muito tempo, então um período em que você pretende apenas manter o peso e ganhar massa magra pode ser o que você precisa. Claro que nesse período você não deve comer alimentos ruins, apenas aumentar a ingestão de carboidratos do bem. Após esse período, você pode retornar a “fazer dieta” novamente.

Se você gostou, deixe seu like aqui embaixo, no nosso coraçãozinho! ↓↓↓↓↓

Esse artigo contou com a colaboração de Larissa Lima, Editora voluntária e membro do Grupo Low Carb Lifestyle Brasil, no Facebook.

E você?? Já faz parte do nosso Grupo no Facebook??

Não?? Então corre lá!!!

https://www.facebook.com/groups/lowcarlifestylebrasil/

Siga-nos no Insta!! https://www.instagram.com/lowcarblifestylebrasil/

#artigo #Lowcarb

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram_2016_icon