Jejum Intermitente VII

Mais dicas práticas para o jejum

Esta é a continuação de dicas práticas para o jejum . Vamos começar com algumas questões comuns.

O jejum pode me deixar cansado?

Os relatos demonstram que o que ocorre é o contrário... Muitas pessoas percebem que têm mais energia durante um jejum, provavelmente devido ao aumento da adrenalina. O metabolismo basal não cai durante o jejum, mas aumenta. Você perceberá que pode realizar todas as atividades normais da vida diária. A fadiga persistente não é uma parte normal do jejum. Se você sentir cansaço excessivo, você deve parar de jejuar imediatamente e procurar um conselho médico.

O jejum pode me deixar confuso ou esquecido?

Não. Você não deve experimentar nenhuma diminuição na memória ou concentração. Os antigos gregos acreditavam que o jejum melhorava significativamente as habilidades cognitivas, ajudando os grandes pensadores a obter mais clareza e acuidade mental. A longo prazo, o jejum pode realmente ajudar a melhorar a memória. Uma teoria é que o jejum ativa uma forma de limpeza celular chamada autofagia que pode ajudar a evitar a perda de memória associada à idade.

Eu fico tonto quando eu jejuo. O que eu posso fazer?

Provavelmente, você está se tornando desidratado. Prevenir isso requer sal e água. Certifique-se de beber bastante líquido. A baixa ingestão de sal nos dias de jejum pode causar tonturas. O sal marinho extra em caldo ou água mineral geralmente ajuda a aliviar a tontura.

Outra possibilidade é que sua pressão arterial é muito baixa - especialmente se você está tomando medicamentos para hipertensão arterial. Fale com seu médico sobre como ajustar seus medicamentos.

Eu tenho dores de cabeça quando jejuo. O que eu posso fazer?
Como acima, tente aumentar a ingestão de sal. As dores de cabeça são bastante comuns nas primeiras vezes que você tenta um jejum. Acredita-se que eles são causados ​​pela transição de uma dieta de sal relativamente alta para uma ingestão de sais muito baixa nos dias de jejum. As dores de cabeça geralmente são temporárias, e ao se acostumar com o jejum, esse problema geralmente se resolve. Enquanto isso, tome um pouco de sal extra na forma de caldo ou água mineral.

Meu estômago está sempre grunhindo. O que eu posso fazer?

Tente beber água mineral gaseificada.

Desde que comecei a jejum, experimento constipação. O que eu posso fazer?

Aumentar a ingestão de fibras, frutas e vegetais durante o período não-jejum pode ajudar com a constipação. Se esse problema persistir, pergunte ao seu médico se é o caso de prescrever um laxante.

Eu tenho muita azia. O que eu posso fazer?

Evite tomar grandes refeições. Pode ser que você tenda a comer demais uma vez que você termine um jejum, mas tente apenas comer normalmente. Quebrar um jejum de maneira suave é a melhor medida.

Evite deitar-se imediatamente após uma refeição e tente ficar em posição vertical durante pelo menos meia hora após as refeições.

Colocar blocos de madeira debaixo da cabeça da sua cama para elevá-la pode ajudar com sintomas noturnos. Se nenhuma dessas opções funcionar para você, consulte seu médico.

Uso medicamentos que devem ser ingeridos após alimentação. O que posso fazer durante o jejum?

Existem certos medicamentos que podem causar problemas no estômago vazio. A aspirina pode causar dores de estômago ou mesmo úlceras. Os suplementos de ferro podem causar náuseas e vômitos. Metformina, usada para diabetes, pode causar náuseas ou diarréia.

Para evitar quaisquer problemas, informe-se com seu médico se esses medicamentos precisam ou não continuar sendo tomados.

Além disso, você pode tentar tomar seus medicamentos com uma pequena porção de folhas verdes.

A pressão sanguínea às vezes pode tornar-se baixa durante um jejum. Se você tomar medicação para pressão arterial, você pode achar que sua pressão sanguínea está muito baixa, o que pode causar sensação de incômodo. Consulte seu médico sobre o ajuste de seus medicamentos.

Eu tenho cólicas musculares. O que eu posso fazer?

Baixos níveis de magnésio, particularmente comuns em diabéticos, podem causar cãibras musculares. Você pode tomar um suplemento de magnésio sem receita. Você também pode utilizar sais de magnésio. Adicione uma xícara a um banho quente e mergulhe nele por meia hora. O magnésio irá penetrar através da sua pele.

E se eu tiver diabetes?

Deve ser tomado um cuidado especial se for diabético ou estiver a tomar medicamentos para diabéticos. (Certos medicamentos para diabéticos, como a metformina, são usados ​​para outras condições também, como a síndrome do ovário policístico.) Monitore seus açúcares no sangue de perto e ajuste seus medicamentos de acordo.

O acompanhamento médico é obrigatório para diabéticos!!!

Se você não pode ser seguido de perto por um médico, não faça jejum.

Monitoramento

Um acompanhamento médico é o ideal para todos os que decidirem jejuar , principalmente os diabéticos. Você também deve monitorar sua pressão arterial regularmente, de preferência semanalmente. Certifique-se de solicitar exames de sangue de rotina, incluindo a medição de eletrólito, com seu médico.

Se você se sentir mal por qualquer motivo, pare seu jejum imediatamente e procure um conselho médico.

Em particular, náuseas persistentes, vômitos, tonturas, fadiga, açúcares sanguíneos altos ou baixos ou letargia não são normais com jejum intermitente ou contínuo. Em casos como esse, interrompa seu jejum e procure um médico!!

A última e mais importante dica é encaixar o jejum em sua própria vida!

Não se limite socialmente porque está a jejuar. Organize seu horário de jejum para que ele se encaixe no seu estilo de vida. Haverá momentos durante os quais é impossível jejuar: férias, feriados, casamentos. Não tente forçar o jejum para essas celebrações. Essas ocasiões são momentos para relaxar e desfrutar. Posteriormente, no entanto, você pode simplesmente aumentar seu jejum para compensar. Ou apenas retome sua agenda regular de jejum. Ajuste seu horário de jejum para o que faz sentido para o seu estilo de vida!!

O que esperar da prática de Jejum Intermitente?

A quantidade de peso perdida varia enormemente de pessoa para pessoa. Quanto mais tempo você lutou com a obesidade, mais difícil vai ser para você perder peso. Certos medicamentos podem até dificultar a perda de peso. Você deve simplesmente persistir e ser paciente.

Provavelmente você experimentará em algum momento um "set point" de perda de peso, onde a balança estabilizará e você pensará não estar emagrecendo... Mudando seu regime de jejum ou dieta, ou ambos, poderá resolver e sair desse "set point" ajudar. Alguns pacientes aumentam o período de jejum. Alguns podem tentar comer apenas uma vez por dia, todos os dias. Outros podem tentar um jejum contínuo durante uma semana inteira. Alternar o protocolo de jejum é muitas vezes necessário para sair de um platô.

O jejum não é diferente de qualquer outra habilidade na vida. A prática e o apoio são essenciais para o bom desempenho. Embora tenha sido uma parte da cultura humana , foi fortemente abandonada na civilização moderna. O jejum foi temido e rejeitado pelas principais autoridades nutricionais como difícil e perigoso. A verdade, hoje sabemos, é radicalmente diferente... Além de não fazer mal, ele traz muitos benefícios!!

Traduzido e adaptado do site Diet Doctor - Como Perder Peso?, por Kathlen Lclb

Já faz parte do nosso Grupo no Facebook?? Não?? Então corre lá!!!

www.facebook.com/groups/lowcarlifestylebrasil/

Siga-nos no Insta!!

www.instagram.com/lowcarblifestylebrasil/

#jejumintermitente #dicas #artigo

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram_2016_icon